domingo, 7 de novembro de 2010

NASCEMOS PARA A SANTIDADE

                                AMADOS,

                    A  Palavra de Deus é  lâmpada para os meus pés e luz para os meus caminhos, conforme escrito no salmo 119, verso 105. Realmente, quem se afasta de Deus e não busca a Palavra está andando numa via escura, com os pés incertos e um medo do desconhecido impregnado na alma. Se enfrentarmos o escuro,  levando uma lâmpada atada aos pés, não tropeçaremos e se tropeçarmos, será bem mais fácil a retomada, porque estamos debaixo de luz. Viver no escuro da ignorância espiritual é um tropeçar constante.
                   O mesmo Pai que nos concedeu viver na luz é o mesmo que nos convidou a ser santos, conforme Ele é santo. Que convite ousado para a quase totalidade de nós!   Deus disse, tanto no Velho como no Novo Testamento, "Santos sereis, porque eu, o Senhor, sou santo" (Levítico 19:2; 1 Pedro 1:16).  O que significa ser Santo? No termo original  kadosh, em hebraico quer dizer "separado para Deus". Sim, qualquer um de nós, se nos consagrarmos a Deus, temos a possibilidade real de vivermos como santos, protegidos das investidas malignas, porque Deus é nossa fortaleza, nosso escudo contra o mal. 
                        A Trindade Santa não coabita com o mal. Quando nos apegamos ao bem, vivemos uma vida "separada para Deus", estaremos mais perto da vida ideal de santidade, embora muita gente creia que essa mensagem bíblica alcance  apenas  os bonzinhos, os bonitinhos, os privilegiados, os politicamente corretos. Deus não fez e jamais fará acepção de pessoas. Ele ama a humanidade, embora lhe aborreça o pecado de todos nós. Se o Espírito Santo, revelado pela Palavra, está em nós, nos testificando do Pecado, da Justiça e do Juízo, sabemos que tem jeito para o pecado, tem saída para a nossa vida. Não uma saída qualquer, um toco jogado na correnteza, ou um isopor flutuante, mas um coração perdoador, amoroso, misercordioso, que anseia nos perdoar e fortalecer, reerguendo-nos para nos mantermos em retidão.
                                 Se você acredita que a santidade é para outros, que não tem condição de conseguir e que você está cansado demais pelas lutas, que está vencido, que o inimigo  tem assolado sua vida, através dos vícios, dos erros diversos, da falta de coragem de recomeçar, levante sua cabeça e recomece. Busque a Deus, leia a Palavra e clame por entendimento, e verá que uma vida restaurada está a sua espera, como povo santo de Deus. Cair, todos cairemos, mas, sermos santos é levantar e segurar nas bondosas mãos do salvador Jesus e levantar e tentar de novo. Ele perdoa pecados e restaura sua alma, sempre que você permitir. Não existe santidade fora de Deus e é o próprio Deus que nos inspira pelo seu Espírito a fazer as melhores escolhas que não nos separem dEle. Isso é possível, não para nós, mas para Ele. Que o Senhor dos Senhores nos abençoe hoje e sempre!

Um comentário:

  1. Não imaginas como fez bem a mim te ler.
    Deus te mandou hoje.

    Obrigada!
    Fernanda.

    ResponderExcluir